Um fim de semana pra lá de formoso!

Por Carlos Duarte
Fotos: Lu Pinheiro, Júlia Miranda e Sid Reis

Desbravamos pela primeira vez duas trilhas nas montanhas do simpático município vizinho de Formosa – GO. Os que lá estiveram puderam vivenciar momentos inesquecíveis e paisagens indescritíveis, misturados à uma impressionante atmosfera de harmonia e amizade. Porém, impressionados ficariam somente aqueles que não participam costumeiramente das atividades do grupo ou desconhecem uma de nossas características mais marcantes, a forte união.

A vontade de realizarmos esse evento nasceu há aproximadamente um ano atrás, mas começou a se concretizar efetivamente nos últimos três meses. Enquanto alguns integrantes de Brasília preparavam a logística de deslocamento do grupo com suas bikes e bagagens, nosso “braço” em Formosa, representado pelo nossos anfitriões – Club Formosa Bike Sport (Pedal do Tio Kin) e demais familiares do casal Gilson e Deny- cuidavam do roteiro e toda a infraestrutura para nos receber da melhor forma possível. De lá para cá, foram muitas trocas de e-mails e algumas reuniões até que chegássemos ao formato ideal. Aliás, ideal é um adjetivo pobre para definir algo que se mostrou, na prática, sensacional. Duvido que alguém que lá esteve possa discordar.

Mal havia nascido o primeiro sol de setembro, nosso comboio de carros partiu de Águas Claras em direção à Fazenda Citates. Lá, pedalamos em um circuito de apenas 7 km porém altamente técnico, com subidas e descidas em estradas e singles desafiadores, formadas por todo tipo de terreno com obstáculos naturais e artificiais, do tipo que fazem a alegria de qualquer praticante de nosso esporte. Ao fim do pedal, fomos conhecer a bela Cachoeira do Indaiá, onde fomos presenteados com uma paisagem de tirar o fôlego e brindados pela primeira cortesia surpresa aos participantes: um delicioso quibe de forno preparado com carinho e capricho pela Deny.

Partimos para a próxima etapa de nosso roteiro, o Restaurante Rural Dom Fernando, um tanto contrariados por deixar aquela maravilhosa cachoeira para trás. Um completo buffet servido em fogão à lenha, cerveja gelada, pinga de alambique e excelente música ao vivo  fizeram a alegria da turma, que se divertiu muito em uma enorme mesa localizada em uma das varandas do local.

Após algumas horas de festança, deixamos o restaurante em direção ao Hotel Fazenda Araras, um enorme complexo turístico com estrutura completa de lazer. Vimos o dia anoitecer no bar molhado de uma das piscinas aquecidas do local e assistimos a lua cheia nascer no horizonte. E mais um buffet em fogão à lenha nos aguardava para saciar a fome (?) antes do sono chegar.

No dia seguinte, de manhã bem cedo, nos preparamos para mais um pedal, desta vez um trip trail de aproximadamente 70 km, percorrido totalmente em trilha do tipo “estradão”, com uma parada na metade do percurso no Poço Azul, uma nascente de águas azuis incrivelmente transparentes. O sol, o calor e a baixa umidade deste dia nos fazia prever um percurso duríssimo a ser percorrido.

A ida foi marcada por muita poeira na estrada, porém tranquila. Nosso esforço sob o sol foi recompensado na chegada ao Poço, um local de natureza exuberante. Banhar-se em suas águas límpidas e de temperatura agradável era apenas uma das atrações que nos aguardava. A organização providenciou um almoço sob medida no local, em “quentinhas” individuais com lasanhas de carne ou frango preparadas pela Delícias Caseiras de Formosa e um panelão de arroz branco feito com muito capricho pela Vó Joanilda, acompanhados de refrigerantes e sucos gelados.

Depois de curtirmos ao máximo a beleza do local, era a hora da volta. Nossa caminhonete de apoio, cedida gentilmente pelo Júnior, estava recheada de côcos verdes, água mineral à vontade, frutas e muito gelo, a segunda cortesia surpresa de nossos anfitriões, que foram fundamentais na preparação para o pedal de volta. Com o forte calor, a quantidade de subidas e a baixa umidade do ar, nem todos conseguiram completar a parte final. Os primeiros que realizaram o feito, chegaram no povoado de Bezerra, o ponto final da trilha, logo após o pôr do sol. Os demais chegaram heroicamente já no começo da noite. Todos felizes, cobertos de aplausos e muita poeira.

Para fechar a programação com chave de ouro, recebemos a nossa terceira e última  cortesia surpresa: uma rodada de pizzas, cervejas e refrigerantes na praça central de Formosa oferecida pelo Gilson Magalhães, ao ar livre e sob o luar, curtindo o movimento de domingo da cidade.

O mountain bike é a afinidade primária que nos juntou, entretanto através dela fomos descobrindo muitas outras que contribuíram para moldar o que somos hoje, uma grande, barulhenta, divertida, bela e animada família. Literalmente, porque dela também fazem parte maridos, esposas, filhos, familiares e namorados(as) de nossos integrantes, os não-ciclistas ou “futuros-ex-não-ciclistas”, que nos dão suporte e contribuem de forma essencial para o sucesso desta rara e muito bem sucedida mistura fina. Os depoimentos abaixo revelam o sentimento que esse fim de semana nos deixou. Que venham as próximas aventuras!

“ELDENICE e toda a sua família maravilhosa de Formosa, agradecemos de coração a organização desse nosso encontro. Há muito tempo eu não tinha um final de semana
tão diferente e tão bom. Tio Kim, o pessoal do apoio que me fizeram chegar até o final e chegaram comigo, Eldenice e Gilson, Bianca, Júlia e Lu, Guió, e todos os demais MUITO OBRIGADA. Estava tudo perfeito. Só tenho comentários bons e fotos pra relembrar. Estão TODOS de parabéns. E ao Pedáguas que foi junto e participou dessa ida à Formosa, obrigada pela companhia e pela alegria!!!!
Até a próxima galera, se DEUS quiser…” (Delaine e Ivson)

“Galera, nossa viagem pra Formosa foi muito boa. Tudo muito bem organizado pela Eldenice e cia. Quero agradecer muito por tudo que fizeram por nós, para nos proporcionar um final de semana fantástico. Surpresas não faltaram, com cobra na trilha, folhas assassinas, cachoeiras lindas e um poço azul mágico, além de muitas risadas com as piadas do Gilson (ele foi até convidado a ser candidato a vereador). Cidade abençoada essa de vocês. Gostei muito. O Travessos gostou tanto que foi logo comprando um terreno. Regina, Júnior, Kinzinho, Eldenice, Gilson, Bianca, Guiomar, Baiano, Abel, MUITO OBRIGADO. Lu, Júlia, obrigado pelo apoio. Carlão, artista, valeu! Um abraço e até a próxima.” (Evandro Torezan)

“Pessoal, faço das palavras do nosso amigo Evandro as minhas. Parabéns aos organizadores e até a próxima.” (Alexandre Vilela)

“Perfeito! Parabéns e obrigado Eldenice Rocha, Gilson Magalhaes, Joaquim Basilio, Jr., Regina e todos que nos receberam tão bem em Formosa. Grande abraço e valeu Pedáguas!” (Sidcley Reis)

“(…) meu agradecimento a todos os amigos do pedáguas que foram nessa nossa aventura pelas estradas empoeiradas do meu Goiás: Evandro, Leidiane, Gabriel, Carlos Duarte, Ivson, Delaine, Sid, Tatiane, Alexandre Vilela, Isa, Luciana, Julia e Marcelo. Foi simplesmente maravilhoso ter a companhia de pessoas tão especiais, amigas e companheiras. E a toda minha família e amigos, que receberam nosso Pedáguas como verdadeiros anfitriões: Gilson (meu bem rsrs!), Bianca, Gustavo, Lucas, Tio Kim, Guiomar, Augusto, Jr. e Regina, Abel, meu muito obrigada mesmo! Quero agradecer em especial aos meus sobrinhos Jr. e Regina, que não mediram esforços para que tudo fosse o sucesso que foi. Desde escolher as trilhas, o restaurante, o hotel fazenda, cardápio do almoço etc. Abdicaram do tempo deles em nossas tantas reuniões e mesmo doente, a Regina estava lá, se esforçando para nos acompanhar no pedal. Garota você é incrível, não me esquecerei disso jamais! Vocês dois são maravilhosos! Meu bem, não preciso nem falar o quanto você foi importante no passeio inteiro. Seu companheirismo e dedicação, atenção com todos. Você deixou de ir na sua prova de cavalos, que pra você é tão importante, para nos acompanhar nessa aventura. Muito, muito obrigada! Carlos Duarte e Evandro, a contribuição de vocês aqui durante toda a organização também foi fundamental para que tudo desse certo. Valeu demais! Enfim, foi tudo preparado com muito carinho, mas como tudo na vida sempre existem falhas me perdoem se algo não saiu como esperado. Quero só deixar registrado, pra mim valeu a pena cada minuto de tempo despendido nessa organização e durante o final de semana inteiro. Estou simplesmente sem palavras! Enfim, temos muitas historias pra contar, muitas fotos pra mostrar. Um beijo grande a todos que foram e para os que não puderam ir, outras aventuras virão! Isso é certo.” (Eldenice “Deny” Rocha)

“Foi perfeito Miguxinha!!! Parabéns a todos os envolvidos nesse passeio Marávi!!!” (Lu Pinheiro)

“Alô meu povo!!! Caros amigos, como poderia descrever nosso final de semana maravilhoso, fazendo tudo de novo? Com certeza faria com o maior prazer, prazer de estar junto a pessoas companheiras, dar muitas gargalhadas, fazer muito barulho – que o diga o cantor lá do Dom Fernando, quando nossa mesa ficou completa, o barulho era inevitável, aquela pinga boa animou mais ainda a turma, mais parecia uma garotada de colégio se encontrado depois das férias, cada um querendo contar sua história, e ao mesmo tempo curiosos pelo que vinha pela frente, então era sorrir, comer e beber… ‘-Garçom, por favor + outra.’ HFA… Por que HFA??? Eu e meu amigo Ivson, ficamos a perguntar, porque estas siglas nas portas dos chalés, será que tem alguma coisa com o hospital, depois fomos descobrir, se tratava do Hotel Fazenda Araras! kkkkk! A Deny acabou comigo, tudo era festa, lugar aconchegante, comida boa, Tio Kinzin estava com pouco apetite, amanheceu no curral, foi tomar seu leitim tirado na hora, cortou uma garrafa pet e fez seu copinho, ai cada um tomou um pouquinho, deixamos o HFA rumo ao poço azul.  Ao contrário da trilha do Indaiá, trilha difícil e técnica, onde levei minha bike pra passear, carreguei ela nas costas, na subida e na descida e quando era plano o trem não andava era só areia. Pro Poço Azul era diferente, só estradão, sol e poeira, teve amigo que comprou terreno, deve querer criar gado por lá! rsrs! Após os desejados 35km, deixando a estrada entrando um pouco na mata, a arquiteta do universo – mãe natureza – projetou um pequeno Oásis, o Poço Azul, uma verdadeira maravilha, foi ali onde os empoeirados, suados e cansados pedalantes se refrescaram, ainda teve a mágica dos organizadores deste pequeno grande evento, (parabéns!) nos serviram uma deliciosa lasanha, quente que parecia ter saído do forno naquele instante, não e exagero, ainda bem que tenho testemunhas. kkk! Nestes dois dias de passeio, graças ao nosso bom Deus, não tivemos nada de indesejado ou de infeliz, estou pronto pra outra, a todos muito obrigado, que o nosso laço da amizade só cresça, um grande abraço aos meus Amigos em pé e sentados! kkk! Fiquem com Deus. É, EU SÓ SEI QUE FOI ASSIM… Bjos” (Gilson Magalhães)

Mais fotos do fim de semana aquiSaiba mais também sobre a história da cidade de Formosa.

Anúncios

Vamos para Formosa!

Por Pedaguas
 

O Pedal do Tio Kin convida o Pedaguas para duas trilhas imperdíveis nas montanhas de  Formosa – GO. Um circuito técnico em uma reserva ambiental e um ‘trip trail’ até um oásis paradisíaco.

 

Desde a primeira trilha, nosso grupo sempre foi prestigiado por membros da vizinha e simpática cidade de Formosa – GO. E prestígio é um adjetivo modesto para definir o sentimento por termos pessoas tão amigas e “do bem” entre nós, sempre animadas, divertidas, companheiras e solidárias. Os familiares e amigos da nossa querida Deny vivem marcando presença em nossos pedais noturnos, trilhas e reuniões sociais. Naturalmente, e não é de hoje, sempre existiram convites, planos e conversas para que o Pedaguas, como retribuição, fosse pedalar por lá também. Pois bem, convite aceito e finalmente marcado! E o melhor: é programa para levar a família toda, com várias atrações para quem não pedala também.

No primeiro sábado de setembro, sairemos em comboio de Águas Claras em direção ao ponto zero da Trilha Indaiá, a Fazenda Citates, uma reserva ambiental com estrutura completa de lazer.

A trilha é um circuito curto e técnico, onde foi realizada a Copa Formosa no último fim de semana. A dificuldade dependerá apenas do número de voltas que cada um quiser dar no circuito.

No fim da tarde, vamos nos hospedar e jantar no Hotel Fazenda Araras, a +/- 70 km da trilha do Indaiá, que possui lazer completo e ótimas acomodações, para todos os bolsos.


Na manhã de domingo, partiremos após o café da manhã em direção ao Poço Azul, por trilha do tipo “estradão”, onde faremos um piquinique. A distância pedalada será de 74 km no total (ida + volta) e haverá carro de apoio aos ciclistas. No fim da tarde, deixaremos o hotel e retornaremos à Águas Claras.

INSCRIÇÕES

Chegou a hora! Estão abertas as inscrições de nossa viagem para Formosa! Corra para não perder a oportunidade. Preencha o formulário abaixo.

TRANSPORTE

Não teremos transporte coletivo (ônibus), pois não houve número suficiente de interessados.

INGRESSOS, REFEIÇÕES E HOSPEDAGEM

SÁBADO: TRILHA INDAIÁ

 

 

 

 
Day Use: Fazenda Citates

 Por pessoa

Incluso:

R$32,00

Entrada ao parque; visita cachoeiras  
Trilha
Almoço s/ bebida
DOMINGO: TRILHA POÇO AZUL

 

 

 

 
Estadia no Hotel Fazenda Araras

 Camping*

 Quart0*  4 a 5 pes.

 Quarto* até 3 pes.

Incluso:

R$60,00

R$80,00

R$100,00

Por pessoa

Pernoite
JantarCafé da manhã
 Almoço na trilha  R$ 15,00
Desembolso aproximado no final de semana

                   R$107,00

        R$127,00

            R$147,00

 (Por pessoa)

(Lazer/almoço + hospedagem + jantar sábado + café manhã domingo + almoço na trilha) Reservas e pagamentos por conta de cada um.

IMPORTANTE:  

  1. As acomodações em quartos são limitadas, quando esgotarem as vagas, a única opção que restará será o camping. Aos que desejam ficar nos quartos, sugerimos providenciar o quanto antes a reserva junto ao hotel. Levaremos em conta a ordem de inscrição para a reserva.
  2. Na chegada ao Poço Azul, será servido um almoço para os ciclistas. O cardápio foi elaborado pela Deny, será galinhada com macarronada, refrigerantes, sucos, água e gelo servidos em descartáveis. O rateio é de R$ 15,00 por pessoa; bebidas alcoólicas devem ser adquiridas à parte. Os interessados devem depositar o valor do almoço até o dia 29/08, quarta-feira, na conta corrente abaixo:

Banco do Brasil – Agência: 1230-0  conta: 63978-8 – ELDENICE F. ROCHA

DETALHES DAS TRILHAS

Dia Trilha Dificuldade Custos
Sábado Indaiá Trilha curta com trechos técnicos Day Use Fazenda Citates: R$32,00 p/ pessoaIncluso:
– Entrada ao parque visita cachoeiras
– Trilha
– Almoço s/ bebida
Domingo Poço Azul Trilha longa, estradão de 74 kms Será servido um almoço: R$ 15 p/ pessoa (pagamento antecipado)

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

Inscrições encerradas!